Mutações do Largo Marquês de Monte Alegre em Santos

Santos, SP, 2008, Teóricos

A verificação dos processos de mutação do Largo Marquês de Monte Alegre, no bairro do Valongo em Santos e, sua conturbada relação com a faixa portuária e frente de água, são o objetivo desta pesquisa. Partindo da análise sistemática de seus elementos constitutivos: geográficos, arquitetônicos, infra-estruturais, urbanos e sociais, são delineados os fatores que determinaram sua construção, sua centralidade e, posteriormente, os fenômenos de degradação e esvaziamento funcional. Aplica-se o termo zona de fronteira ao lugar, por seu caráter emblemático e mutante, onde, através da compreensão e percepção de seu valor histórico, de memória e permanência do patrimônio urbano, é apontada a possibilidade e desejo de sua recuperação, retomando sua condição de centro e elemento indutor da reconversão de toda área histórica da cidade.

Ficha Técnica

Projeto

Mutações do Largo Marquês de Monte Alegre em Santos

Local

Santos, SP

Data

2008

Arquitetura

José Maria de Macedo Filho