ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL

Santos, SP, 2013, Institucionais

Introdução O edital do concurso fechado realizado em 2011 para a construção da nova sede da AABB Santos apresentava um grande desafio inicial: a substituição integral da antiga sede, um projeto de cunho modernista elaborado em 1961 por Octávio Conceição Paiva e Otacílio Rodrigues Lima e construída por Arthur Guilherme Martinelli, inaugurada em 1973, encontrava-se completamente descaracterizada devido a sucessivas reformas e adaptações ao longo dos anos que acabaram trazendo problemas para as instalações e estruturas originais. A redução contínua do quadro de associados que em sua totalidade é composta por funcionários ativos e aposentados do Banco do Brasil revelava também a necessidade de adaptação e ajuste da associação para a nova realidade econômica e social dos clubes da região. Neste sentido, o edital do concurso solicitava que o novo edifício fosse elaborado considerando pouco mais do que um terço do terreno disponível permitindo que o restante fosse vendido para viabilizar a execução da futura obra. O aquecimento do mercado imobiliário em Santos, neste caso, revelou uma grande oportunidade para a modernização da sede e a possibilidade de ampliação do quadro de associados. Foram realizadas algumas assembleias onde os arquitetos e construtoras interessadas apresentaram seus estudos para as comissões responsáveis pela avaliação e julgamento das propostas, ao final deste processo a equipe vencedora foi contratada para a realização do projeto completo de arquitetura e seus complementares bem como a realização da construção do edifício. Memorial A nova sede da Associação Atlética do Banco do Brasil - AABB Santos está situada em uma das vias mais importantes da cidade, a Avenida Ana Costa, especificamente no bairro do Gonzaga, além de suas palmeiras imperiais, tem como característica principal a grande diversidade de usos, onde é possível encontrarmos lojas e cinemas de rua, restaurantes e edifícios habitacionais que, funcionando juntos, conferem grande movimentação ao local. Por se tratar de um programa relativamente extenso disposto em um terreno exíguo, a solução é vertical e, para sua contextualização urbana, foi considerado o gabarito máximo de aproximadamente trinta metros de altura, verificado no entorno, além disso, a opção pela redução dos recursos formais, em contraposição aos edifícios existentes, impede a completa diluição volumétrica do edifício na paisagem. Os usos propostos para o pavimento térreo fazem a mediação entre os espaços públicos da cidade com os espaços privativos da associação, deste modo, na frente do terreno, uma loja divide o acesso principal da edificação com os programas da associação, compostos pela recepção, circulações verticais e área de eventos com uma praça interna. Este acesso é protegido pelo plano inclinado da fachada frontal que além de funcionar como uma grande marquise revela, para a cidade, as atividades de lazer e as atividades culturais da AABB dispostas ao longo dos cinco primeiros pavimentos. Vale destacar que as principais atividades da nova sede são representadas pela quadra poliesportiva e a piscina semiolímpica, ambas cobertas, são localizadas nos pavimentos mais altos da edificação que, devido a necessidade inata de grandes vãos, permitem que a estrutura mais robusta seja implantada nos pavimentos inferiores, cuja modulação se ajusta com mais facilidade aos usos de menor demanda espacial compostos pela sala de música, sala de dança, academia de ginástica, sala de jogos, salas de cursos, cantinas, salão de festas, além de áreas de apoio e administrativas. A piscina de lazer e o solário foram implantados na cobertura do edifício que além de disporem de mais luz, oferecem ao usuário uma visão privilegiada deste trecho tão apreciado da Cidade de Santos.

Ficha Técnica

ProjetoAssociação Atlética Banco do BrasilLocalSantos, SPData2013Área Construída35.546,97 m²ArquiteturaChristiane Costa Ferreira, Dhiego Torrano e José Maria de Macedo FilhoColaboradoresMilena Santos e Rafael Pereira

Projetos Relacionados