Edifício Itaúba

Santos, SP, 2012, Residenciais

Localizado no bairro da Pompéia em Santos, próximo ao Mar, o Edifício Itaúba chegou a ser o mais alto da cidade com 42 pavimento e 130 metros de altura, hoje é a segunda torre mais alta da cidade,  sua complexa volumetria resulta da grande variação tipológica das unidades habitacionais e adequação à legislação municipal, no que diz respeito aos coeficientes de aproveitamento, taxa de ocupação e solicitação de grandes recuos em função do elevado número de pavimentos.

A cidade viveu um recente e intenso processo de verticalização, devido ao incentivo econômico com a descoberta das reservas de petróleo no pré-sal na Bacia de Santos e da legislação vigente que, mediante contrapartida financeira, permite o aumento do coeficiente de aproveitamento do terreno. Nesse sentido, o partido adotado para este edifício residencial foi fruto da análise de uma série de fatores que vão desde os estudos de viabilidade econômica na compra do terreno, da elaboração do programa de necessidades apresentando unidades variadas para atender as demandas do mercado local, até as restrições impostas pela legislação municipal, no que diz respeito à variação das taxas de ocupação e recuos sempre em função do número de pavimentos. O Itaúba possui 99 unidades habitacionais com aproximadamente 17 variações de apartamentos, é composto por subsolo, térreo, dois pavimentos de garagem, pavimento de lazer com apartamentos privativos duplex, 31 pavimentos tipo duplex, 01 pavimento com três apartamentos triplex, cobertura coletiva composta por área de lazer e mirante.

Ficha Técnica

ProjetoEdifício ItaúbaLocalSantos, SPAno2012Área15.329,93 m²StatusConstruídoArquiteturaChristiane Costa Ferreira e José Maria de Macedo FilhoColaboradoresDhiego Torrano, Milena Santos e Rafael PereiraFotografiaMarcos Piffer

Projetos Relacionados